sábado, 4 de abril de 2015

A Trilha do Guerreiro de Eredhon

“A força não vem da espada, mas do espírito de quem a empunha. A coragem não vem da certeza da própria invencibilidade, mas da crença de que aquilo que precisa ser feito deve ser feito, não importando as conseqüências pessoais. 
O Caminho Reto de Therion não é alcançado por meio de códigos ou escrituras sagradas, mas sim através da sabedoria prática e de valores pessoais inerentes do coração. Se compreendes minhas palavras, estas pronto para começar a trilhar o caminho do guerreiro...”





Saudações, bravas almas!

Em Elgalor, o reino de Eredhon é conhecido como o "reino dos cavaleiros", uma vez que o antigo reino foi formado com base em fortes tradições de honra e cavalaria, que são mantidas vivas até os dias de hoje. Ao longo da história, os monarcas de Eredhon sempre foram guerreiros ou paladinos, que sempre personificavam a epítome da coragem e sabedoria. Compartilho convosco nesses Salões o Caminho Reto de Therion, também conhecido como A Trilha do Guerreiro de Eredhon, um pequeno, porém profundo compêndio escrito por uma barda chamada Alana, que era a filha mais nova do primeiro rei de Eredhon. 

O Caminho Reto de Therion resume o modo de vida do Primeiro Rei de forma clara e sucinta, com o intuito de lembrar ao povo do reino, e principalmente seus monarcas, o significado real do termo guerreiro.

1) Lute e viva com coragem: A verdadeira coragem jamais surge vaidade ou da certeza da vitória. Ela surge do comprometimento com uma causa maior, como honra ou justiça. Lute e viva com bravura, seguindo teus ideais sem jamais temer a morte. Para um guerreiro, é sempre preferível morrer de pé a viver de joelhos.

2) Seja honrado: A palavra de um verdadeiro guerreiro vale mais do sua espada; Um guerreiro não se compromete com pessoas sem honra, e jamais foge de compromissos assumidos. Que tua consciência esteja sempre limpa quando tua espada cortar ao meio aquele que ousar duvidar de tua honra.

3) Cuide para que tuas ações sejam sempre justas: O mundo está repleto de pessoas oportunistas e  irresponsáveis que, por vaidade, oprimem os mais fracos. Que estes tremam perante a menção de teu nome, e que tua espada se erga sempre para diminuir as injustiças do mundo, e nunca para aumentá-las.

4) Proteja aqueles que não podem se defender sozinhos: Lembrai que as roupas que usas e a comida que o mantém saudável foram produzidos por outras pessoas, e que muitas delas não tem como se proteger do ataque de bandoleiros ou criaturas selvagens. Demonstre gratidão sendo o escudo dos inocentes, e a espada dos oprimidos.

5) Conceda com sabedoria a dádiva da misericórdia: Um guerreiro impiedoso é temido enquanto tem poder, mas um guerreiro justo é sempre lembrado pelos dignos com respeito. Sejas sábio para determinar quando um inimigo deve tombar perante teu aço e quando ele merece uma chance de redenção. Discernir isto não é fácil, mas normalmente, aqueles que merecem misericórdia não a pedem, admitem seus erros e mostram resignação diante da morte.

6) Pense por si próprio: Nenhum código, texto sagrado ou sábio deve guiar teu pensamento e tuas ações. Um verdadeiro guerreiro vive de acordo com seu coração e conforme a sabedoria que adquiriu ao longo de seus anos de vida e reflexão. Um verdadeiro guerreiro faz aquilo que é justo e correto, e assume total controle e responsabilidade por seus atos.